Quando a musculatura respiratória passa por um programa de treinamento, torna-se mais forte e resistente à fadiga, retardando o disparo do metaborreflexo e proporcionando ganho de performance!

 

Diversos estudos mostram a importância do fortalecimento dos músculos da respiração para esportistas. Os esportes mais estudados até o momento foram: Ciclismo,Natação, Corrida, Triatlon, Fitness, Remo, Futebol, Rugby e Tênis.

 

Estes estudos (independentes envolvendo o TMI) apresentaram resultados significativos para esportistas profissionais, como por exemplo:

 

- Melhora geral no desempenho;

 

- Redução da sensação de esforço e cansaço;

 

- Maior resistência e força dos músculos inspiratórios;

 

- Aumento da capacidade de retomada (“sprints”).

 

Dessa forma, podemos afirmar que a musculatura respiratória treinada exerce uma influência positiva sobre o desempenho dos exercícios e esportes, por retardar a ocorrência do metaborreflexo.

 

 

Apresentando os Seguintes Resultados:

 

Remo: ganho de até 1,9% no tempo de prova (Volianitis et al., 2001)

 

Ciclismo: ganho de até 4,6% no tempo de prova (Romer et al., 2002a)

 

Corrida: ganho de até 2,1% no tempo de prova (Edwards et al., 2008)

 

Natação: ganho de até 1,5% no tempo de prova (Kilding et al., 2009)

 

Ganho de 7% na recuperação em sprints repetidos (Romer et al., 2002b)

 

Aumento de 16% na resistência em sprints (Tong et al., 2008)