Texto extraído de: Fifa.com


Foi uma quinta rodada de confrontos épicos na Copa do Mundo de Beach Soccer da FIFA, com os Grupos C e D decidindo os classificados para as quartas de final da competição. Além de Brasil, tetracampeão mundial, e Rússia, atual campeã, Irã e Japão também passaram para a próxima fase, embora tenham sofrido até o último minuto para garantir a vaga.

 

A vitória da Ucrânia sobre o Irã (3 a 2), logo no início do dia, classificou o Brasil antecipadamente para as quartas de final. Mesmo assim, a seleção não poupou o Senegal e comemorou a vaga com uma goleada de 8 a 3 sobre os africanos. O segundo lugar do Grupo C ficou com os iranianos, que terminaram com os mesmos três pontos conseguidos por ucranianos e senegaleses.

 

No Grupo D, a Costa do Marfim dificultou a vida dos japoneses, que só conseguiram a vitória na prorrogação. Para garantir a vaga, porém, o Japão ainda tinha de torcer para o Paraguai não vencer aRússia no tempo regulamentar. Foi o que aconteceu: os russos ganharam por 4 a 3 também no tempo extra.

 

Na quartas de final, o Brasil enfrentará o Japão, enquanto a Rússia pegará o Irã. No outro lado da chave, a Argentina é a única que já garantiu o primeiro lugar. Espanha e Taiti lideram o Grupo A e também estão classificados para a próxima fase.

 

Resultados
Grupo C 
Irã 2 x 3 Ucrânia
Brasil 8 x 3 Senegal


Grupo D 
Japão 4 x 3 (prorr.) Costa do Marfim 
Rússia 4 x 3 (prorr.) Paraguai


Momentos marcantes

Gol de goleiro


O beach soccer é conhecido pelos jogos muitas vezes dramáticos e pelo grande número de gols marcados. Que o diga a Ucrânia. Em uma partida na qual precisava vencer os iranianos por dois gols de diferença para obter a classificação, o conjunto europeu tentava manter o placar de 3 a 1 a seu favor. No entanto, faltando pouco mais de três minutos para o apito final, o goleiro iraniano Peyman Hosseini chutou uma bola que atravessou todo o campo e terminou na rede. Os ucranianos venceram, mas acabaram eliminados. Já o Irã, em sua quinta participação em Copas do Mundo de Beach Soccer da FIFA, obteve uma classificação inédita para a segunda fase da competição.

 

Dança na areia

Pela primeira vez na história, um dos intervalos entre as partidas da Copa do Mundo de Beach Soccer vem tendo uma apresentação de dançarinos homens. Já as famosas animadoras de torcida, que já são conhecidas de outras edições do torneio, apareceram na outra pausa entre os tempos. Desta vez, porém, homens e mulheres fizeram juntos uma coreografia especial para os torcedores. Esta agradável surpresa acrescentou uma dimensão extra para o torneio, já rico em emoção e ação.

 

Surpresa africana

Ninguém realmente esperava ver a Costa do Marfim encarar o Japão de igual para igual. Por causa de problemas com os vistos de entrada de seus atletas, os africanos só conseguiram entrar em campo nesta noite com um reserva. Isso, no entanto, não os impediu de levar o jogo contra os japoneses para a prorrogação – quando perderam por um gol de pênalti, marcado a 40 segundos do apito final. Após a partida, os marfinenses foram calorosamente aplaudidos pelo público. Visivelmente felizes com a passagem pelo Taiti, os jogadores africanos retribuíram o carinho dos torcedores locais.


O número

10 – Os russos penaram, mas conseguiram uma terceira vitória no Taiti. Campeões em Ravena 2011, a seleção russa tem agora dez vitórias consecutivas em Copas do Mundo de Beach Soccer da FIFA. No entanto, ainda precisa ganhar muito para chegar ao impressionante recorde de 30 triunfos consecutivos do Brasil.


O que eles disseram

"Eu estava feliz quando foi dado o apito final. Nós jogamos bem e podemos sair desta Copa do Mundo de cabeça erguida. O torneio foi muito bem organizado. Eu ficaria contente de que isso voltasse a acontecer."
Lohognon Soro, técnico da Costa do Marfim 


Próximos jogos (horário local) 
Emirados Árabes Unidos x Estados Unidos (16h, Grupo A) 
Ilhas Salomão x El Salvador (17h30, Grupo B) 
Taiti x Espanha (19h, Grupo A) 
Holanda x Argentina (20h30, Grupo B)