Texto extraído de Total Fit


Uma boa planilha de treino, tênis adequados, alimentação balanceada, uma boa hidratação – esses são apenas alguns dos fatores que determinam o bom rendimento durante a corrida. A maioria desses cuidados já são bem conhecidos, mas ainda há aqueles que passam desapercebidos pelos corredores durante os treinos e provas. É o caso da respiração durante a corrida.

 

Muitos atletas se lembram da respiração, apenas quando o “entra e sai” do ar nos pulmões é tão ofegante que não tem como ser ignorado. É importante saber que uma respiração otimizada vai lhe dar muito mais “gás” na corrida, além de prevenir que você fique com náuseas ou extenuado. Confira algumas dicas para melhorar o uso deste combustível poderoso:

 

1. Fique sempre atento aos movimentos. Procure respirar profundamente, aproveitando, ao máximo, o ar inalado, e concentre a respiração no diafragma, movimentando os músculos do abdômen ao invés dos músculos do peito. A respiração com a “barriga” é mais profunda e vai contribuir para um bem-estar maior.

 

2. Ao expirar, procure expelir o máximo de ar possível. Assim, você elimina mais gás carbônico e abre espaço para o oxigênio. Esse exercício também pode aliviar a falta de ar causada pelo ar residual, o ar que fica nos pulmões e causa a sensação incômoda de não poder inspirar profundamente.

 

3. É importante inalar pelo nariz e pela boca ao mesmo tempo. Isso vai potencializar a entrada de oxigênio em seu organismo – e, quanto mais oxigênio, menos exaustão. Apesar de a respiração pelo nariz ser considerada correta por aquecer e filtrar o ar com mais eficiência, ela é muito restrita para exercícios de maior intensidade. Por isso, não tenha medo de usar ambas as vias.

 

4. Utilize a relação 3:2 na respiração. Ou seja, você deve inspirar por três segundos, ou aproximadamente três passadas e expirar por dois segundos, ou duas passadas. Este ritmo, seja contando os segundos, ou os passos lhe ajudará a eliminar padrões de respiração erráticos, muito comuns em corredores.

 

Nos primeiros treinos em que você estiver focado na respiração, certamente será complicado esquecê-la. Mas essa também é uma dica importante: relaxe. Deixe a respiração se alinhar com o ritmo do seu corpo e das passadas. Com o tempo e o treino, a respiração correta se tornará natural.

 

Quer aumentar ainda mais o seu rendimento na Corrida? Certifique-se de estar ingerindo uma quantidade satisfatória de carboidratos antes e depois do seu treino para garantir uma boa fonte de energia e recuperar os índices glicêmicos, isso fará com que você melhore seu desempenho e preserve sua massa muscular. Busque sempre os melhores resultados!