Quando o renomado Sensi de Karatê  Keisuke Miyagi estava treinando um de seus alunos, ele fazia questão de ensinar esta lição: “Inspire pelo nariz. Expire pela boca. Não se esqueça de respirar isso é muito importante”. Como se percebe ele, estava no caminho certo se tratando de treinamento físico.

 

A Profª Dra Mitch Lomax e a sua equipe do Department of Sport and Exercise Science da Universidade de Portsmouth tem determinado que o treinamento dos músculos inspiratórios podem levar a uma melhora significativa no desempenho físico.

 

No seu estudo, a Profª Lomax utilizou o POWERBreathe para treinar os músculos inspiratórios, o qual funciona de maneira similar a dispositivos para o ganho de força muscular.

 

Um atleta sobre este tipo de treinamento deve utilizá-lo duas vezes ao dia em uma única série de trinta repetições. Para realizar o aquecimento dos músculos inspiratórios, o atleta deve utilizar o POWERBreathe em duas séries de trinta respirações imediatamente antes de iniciar a prova para apresentar melhores resultados.

 

“O corpo é desenhado para que os músculos responsáveis pela respiração e o coração tenham prioridade para receber sangue oxigenado sobre os músculos dos membros e das demais partes do corpo. Pernas e braços serão os primeiros a sofrem de fadiga prematura.”

 

A Profª Lomax avaliou 12 corredores por seis semanas e encontrou que os atletas que faziam aquecimento dos músculos inspiratórios melhoraram seus tempos entre 5 a 7%; aqueles que realizam treinamento muscular inspiratório melhoraram os tempos em 12%; os atletas que realizaram aquecimento e treinamento tiveram uma melhora de 15%.

 

A pesquisadora afirmou que estes números são conservadores e não descarta a possibilidade de alguns atletas conseguirem ganhos ainda maiores. Uma amostra de 12 sujeitos é um valor típico em estudos fisiológicos de esporte e exercício.

 

Comentários do autor do texto

Eu permaneço fascinado pelos avanços científicos e na aplicação de novas tecnologias.  Quantos atletas arriscaram suas vidas utilizando drogas ou outros regimes de treinamento perigosos sem terem obtido melhora do desempenho? Poderiam simplesmente treinar os músculos da respiração...